Museu de Rio do Sul receberá oficina e palestra sobre cultura dos povos indígenas

Agendamentos podem ser feitos diretamente no museu

0
947

O Museu Histórico Cultural Victor Lucas, em Rio do Sul, vai receber no mês de maio dois projetos voltados à cultura indígena. São atividades direcionadas, principalmente, aos estudantes e professores, com possibilidade de agendamento nos três períodos: manhã, tarde e noite.

Entre 8 e 31 de maio, ocorre a oficina ministrada pela historiadora Catia Dagnoni. O projeto tem como objetivo trabalhar vários elementos que contribuem e refletem a história e a cultura indígena. A atividade vai acontecer na Sala Indígena do museu, que reúne acervo lítico, lanças, flechas, arcos e artesanato, além de fotografias.

“A proposta é desenvolver uma maior visibilidade do cotidiano indígena, com o intuito de gerar conhecimento, promovendo aproximação de acordo com a realidade de cada grupo. Buscando também valorizar e refletir a história e a cultura regional de um povo originário do território catarinense”, explica Catia.

Já de 08 a 19 de maio, serão desenvolvidas pelo historiador Jonas Felácio Júnior palestras educativas com o tema “Memória e Cultura Indígena”. A dinâmica também vai ocorrer na Sala Indígena.

“O novo espaço é um projeto idealizado pela administração do Museu Histórico de Rio do Sul, e abrange, além do próprio acervo, uma biblioteca de apoio com referências indígenas. Um projeto de destaque para as regiões do Médio e Alto Vale do Itajaí, que agora conta com esse local de reflexão, ideal para palestras como estas”, observa Jonas.

Os dois projetos culturais foram selecionados pelo Prêmio Elisabete Anderle de Apoio à Cultura – edição 2022, executados com recursos do Governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Fundação Catarinense de Cultura. Projeto FCC 2920/2022.